25.9.15

Recriação

Who Made Who, “Space for Rent”, in https://www.youtube.com/watch?v=EkS2VIy9YMQ
Daqui a dois dias a lua via ficar pintada em tons alaranjados. Efeitos de um eclipse em noite de lua especialmente grande. A menos que as nuvens torpedeiem o fenómeno e a gente fique a olhar para o céu e não consiga ver o fenómeno celeste. Mas a lua há ficar cor-de-laranja, nem que seja atrás das nuvens desmancha-prazeres. Os feiticeiros, e outros adoradores de esoterismos carentes de explicações sofisticadas, estão convencidos que se não vem aí o fim do mundo, alguma tragédia, daquelas para lembrar pelo tempo fora, estará para acontecer.
É inútil os cientistas prestarem diligentes explicações fundeadas na ciência, que a ciência não chega aos calcanhares dos credos que dão jeito aos esotéricos e aos feiticeiros. É ponto assente.
Parece que, quase o mesmo tempo, um asteroide vai roçar a Terra. Os feiticeiros e os esotéricos avulsos trataram de advertir que só pode ser uma conspiração das forças invisíveis que querem destruir o planeta – ou que o querem colonizar, inaugurando a era da colonização espacial que já foi pressagiada em filmes do género. Com a ajuda de aduladores da vida extraterrestre, dir-se-á, em jeito de enredo baratucho de filme de ficção científica, que os inimigos dos terráqueos querem fazer uma OPA à Terra. Poderosos como são, mexeram nas equações que medem o andamento da lua, do sol e dos astros todos. Para o eclipse lunar e o asteroide tangente coincidirem na mesma noite. Está montado o cenário para a catástrofe perfeita. E final.
Faltou-lhes jurar que o sol passará a rodar em sentido contrário (ou a Terra, ainda não se decidiram), a flor de sol (mas só a flor de sal) terá propriedades adoçantes, os polos serão praias exóticas e no equador haverá icebergues, as colheres de madeira serão elogiadas pela ASAE, o David Fonseca emigrará para as profundezas do Alasca, os inventores das ciências da pedagogia dedicar-se-ão à física quântica, os pedintes andarão apessoados, as matrafonas encalhadas arranjarão namorados elegantes, esbeltos e eruditos, os jovens rejeitarão telemóveis e demais parafernália, os arranha-céus desligarão os elevadores (a bem da condição física e da saúde das pessoas em geral), o Louçã converter-se-á ao anarco-capitalismo, o Prof. Freitas encontrará uma bússola e os Duran Duran transfigurar-se-ão numa banda de heavy metal. Já agora.

Sem comentários: